´Jovem em Ação´: Fundação Manoel de Barros cria Programa voltado para jovens da capital

Fundação Manoel de Barros integra o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente.



Focada em melhorar a qualidade de vida das pessoas, com ações e programas sociais, além do projeto ´Ativa Idade´ (voltado para a pessoa idosa) e outros projetos, a Fundação Manoel de Barros criou o Programa ´Jovem em Ação´, que desenvolve o projeto ´Quanto mais me conheço, mais realizo´, para jovens campo-grandenses de baixa renda. No dia 16 de agosto, a Fundação Manoel de Barros, por meio do Programa ´Jovem em Ação´, recebeu a concessão de registro e inscrição no Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente.


O projeto ´Quanto mais me conheço, mais realizo´ é voltado para adolescentes e jovens da capital, com o oferecimento de atividades de transformação social, promoção de qualidade de vida, fortalecimento do vínculo familiar e do convívio social. O projeto almeja: contribuir para a formação de jovens autônomos, que saibam tomar decisões e intervir de forma positiva na sociedade; promover o desenvolvimento de competências e habilidades que levem o jovem a buscar novas soluções para responder a diferentes desafios em sua vida pessoal e profissional e, realizar atividades que estimulem a convivência social, a participação cidadã e uma formação geral para o mundo do trabalho.


“Buscamos contribuir para elevar a empregabilidade; proporcionar encontros que ampliem o conhecimento e troca de experiências; aumentar a autoestima, satisfação, realização e bem-estar e; empoderar todos os participantes sobre a importância da inclusão social e do exercício da cidadania”, reforça Marcos Henrique Marques, diretor da FMB.


As atividades do projeto começaram em maio e seguem até outubro. Neste período os participantes estão tendo acesso a cinco oficinas ministradas por especialistas: oficina de Direitos Humanos, oficina de Gestão Financeira, oficina de Marketing Pessoal, oficina de Gestão Jovem Empreendedor e oficina de Novas Tecnologias. Os encontros acontecem nas tardes de terça e quinta-feira e, o projeto conta com 35 participantes.


A participante Samily Carvalho, de 16 anos, conta que participar do projeto tem sido uma experiência única: “O aprendizado, o jeito de ensinar, o jeito de aprender, o jeito que a sua dúvida é ouvida, aqui você se sente realmente acolhido como se eles entendessem que você quer aprender, entendessem a sua necessidade de conhecimento, sua ânsia por conhecimento”. A jovem destaca também as aulas de Marketing Pessoal, nas quais aprendeu como se portar dentro de uma empresa, em um ambiente de trabalho.


Também muito animado com os aprendizados que tem adquirido, o jovem Matheus de Azevedo, de 16 anos, tem achado o projeto ´o máximo´. Ele diz que os professores sempre buscam explicar os conteúdos de forma didática, priorizando o entendimento dos participantes. “As aulas de Direitos Humanos são muito ´massa´, informativas, aprendemos muito. Você sabe que toda terça e quinta (dias do projeto) vai aprender algo novo”, completa.


Inscrita no Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, agora a Fundação Manoel de Barros faz parte do Fundo Municipal da Criança e do Adolescente, tendo certificação para receber destinação fiscal, doações, de empresas privadas e pessoas físicas.

--

Assessoria de Imprensa

Jornalista Isabela Ferreira (DRT/MS 897)

(67) 99203-3173

6 views0 comments