MÍDIA > NOTÍCIAS > INTERP estimula empreendedorismo feminino
27/06/2014 | 11h:20

INTERP estimula empreendedorismo feminino

Com foco na geração de renda e emprego a Fundação Manoel de Barros (FMB) desenvolve seu programa de empreendedorismo, a INTERP – Incubadora de empresas que oferece, por meio do sistema de incubação de empresas, apoio para que uma ideia de negócio torne-se uma realidade de sucesso no mercado.
Desc Foto

O programa de empreendedorismo atua por meio de Consultorias e/ou Assessorias e Capacitações que colaboram para o Desenvolvimento Humano e Social do Empreendedor e também para todos os aspectos Financeiros, Gerencial, de Mercado e Tecnológico do empreendimento. Investir e contribuir com o empreendedorismo feminino é um dos maiores focos da INTERP. O empreendedorismo feminino está em evidência, por conta do processo de feminização do mercado de trabalho, e ocorre assim um aumento gradativo de empreendimentos organizados por mulheres, tornando-se cada vez mais importante conhecer sua importância no cenário econômico. “As mulheres possuem muitas características peculiares, e encaram o mercado competitivo com muito otimismo, garra, paixão pelo que fazem e com o jeito feminino de ser.

Fatores que contribuem para que sejam empreendedoras de sucesso”, comenta o coordenador da INTERP e diretor da FMB, Marcos Henrique Marques. Pensando na melhor maneira de planejar sua empresa, Luciana Nantes buscou a ajuda da incubadora para que, por meio das consultorias, realiza-se o sonho de ter uma produtora de vídeos reconhecida no mercado sul-mato-grossense. “Eu não tinha noção de como era fazer um planejamento de negócio, de cuidar da parte financeira fazendo planejamento de custos e até mesmo fazer o planejamento de marketing. E com a ajuda da INTERP puder ter acesso a tudo isso e planejar melhor minha empresa, colocar ela no papel”. A empresária Isabel Doering já passou pelo processo de incubação e analisa positivamente os resultados alcançados por sua empresa. Ela, que tem uma empresa de biojoias, revela que com o trabalho desenvolvido na incubadora pode planejar e divulgar melhor seu empreendimento. “Sempre nos apoiando, a INTERP nos da todos os subsídios necessários para que possamos desenvolver nosso empreendimento da melhor forma. Por meio da incubadora conseguimos participar de grandes eventos e realizar novos negócios”.

A Consultora Empresarial e Business Coach, Adriana Gregório faz uma análise interessante sobre o perfil da mulher empreendedora. “A mulher empreendedora geralmente inicia o negócio como um empreendimento de sobrevivência, que geralmente agrega familiares e amigos, antes de contratar profissionais. O número de empreendedoras vem crescendo no mercado e a principal diferença reside no estilo de gestão, pois elas possuem uma visão do todo, foco nas relações e no início de uma gestão estratégica”. As mulheres brasileiras ocupam um espaço importante entre os trabalhadores por conta própria formalizados. De cada 100 empreendedores individuais, 45 são mulheres, segundo um levantamento feito pelo SEBRAE Brasil com dados do Serviço Federal de Processamento de dados (Serpro).

Tag3 - Desenvolvimento Digital Elfo Marketing